Alexandra Moura > Canto

Iniciou os estudos de piano e canto no Conservatório Calouste Gulbenkian, em Braga. Diplomou-seem Canto na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, na classe do Professor José de Oliveira Lopes, com classificação máxima.
Participou em vários cursos de Técnica e Interpretação Vocal, orientados por Lamara Chkónia, Stefan Hasselhof, Jill Feldman, Yvonne Minton, Jeff Cohen e Peter Harrison, entre outros. Apresenta-se regularmente em recitais de canto e música de câmara. Recebeu o prémio para “Melhor Interpretação de Música do Séc. XX” no Concurso Internacional de Canto Tomaz Alcaide, em 2000. Entre 2000 a 2004, fez parte do Estúdio de Ópera do Porto.
No domínio da ópera, estreou-se no papel de Criside, em Satyricon de Bruno Maderna, numa produção Porto 2001/Rivoli Teatro Municipal. Integrou o elenco de L’ Amore Industrioso, de João de Sousa Carvalho, no papel de Bettina – uma co-produção do Estúdio de Ópera do Porto, da Orquestra Nacional do Porto e do Remix Ensemble. Interpretou também os papéis de Josabet, em Joaz de Benedetto Marcello; Flora, em The Turn of the Screw de Benjamin Britten – uma co-produção do Estúdio de Ópera do Porto e do Teatro Nacional de São João -; Hänsel/João, numa versão portuguesa da ópera Hänsel und Gretel de Humperdinck, entre outros.
Em 2003 representou novamente Hänsel und Gretel (Hänsel-João), numa co-produção Trindade/Teatro Nacional de São Carlos, e Joaz (Josabet), numa produção da Casa da Música. No mesmo ano, integrou o espectáculo “Ópera Numa Noite De Verão” , em particular numa cena de A Raposinha Matreira de Janácek. Em 2004 participou em concertos encenados com canções de Robert Schumann e Hugo Wolf, realizou concertos com música de Dallapiccola com o Remix Ensemble e participou no projecto “Canto na Comunidade” . No Verão desse ano, participou na ópera A Raposinha Matreira, no papel de Raposinha. Mais recentemente, participou numa versão portuguesa de The Little Sweep, de Britten, no papel de Juliet, e na ópera A Flauta Mágica, de Mozart, como 1ª Dama.